Atualizado: 11 de Setembro, de 2017

Dicas para o melhor regresso às aulas de sempre

Setembro marca o regresso às aulas e para que o novo ano letivo corra da melhor maneira para todos, pais, filhos e professores, há regras que devem ser estabelecidas desde o início.

De acordo com uma plataforma online portuguesa de serviços locais, a Fixando há pelo menos 4 regras de ouro que podem marcar o regresso às aulas em setembro, a saber:

Retomar os horários
Com o período das férias escolares, o relógio biológico fica desajustado. É normal que os mais jovens possam ficar acordados até mais tarde, e que os horários das refeições sofram alguma alteração, mas agora torna-se fundamental retomar a rotina familiar em “modo escola”. Quanto mais cedo recomeçar, mais fácil será o regresso às aulas.

Manter-se offline após determinada hora
Nos dias que correm torna-se fundamental estabelecer um horário para desligar os dispositivos eletrónicos. Ao fazê-lo vai garantir uma mente mais descansada para o dia seguinte, e uma melhor qualidade do sono. O ideal será desligar os dispositivos cerca de duas horas antes de se ir deitar. Uma sugestão poderá ser criar uma caixa em determinado local onde todos os elementos da família possam deixá-los após um determinado horário. Sabemos no entanto que nem sempre é possível para os pais cumprirem com esta regra, pelas suas responsabilidades profissionais.

Voltar ao ritmo dos estudos
Podemos demorar até duas semanas a criar um novamente a habituação ao ritmo das aulas. Como tal, aproveite o período de regresso às aulas para recuperar notas do ano anterior. Uma semana antes das aulas começarem, será boa ideia organizar os materiais, o estojo e a mochila, rever as principais notas e planear as metas para o novo ano letivo que se avizinha.

Manter uma rotina constante de estudo
Muitos alunos estudam com muito pouca antecedência dos testes e por isso nem sempre conseguem recuperar as notas mais baixas atempadamente. Manter uma rotina de estudo durante todo o ano letivo é a melhor estratégia para ter um melhor aproveitamento e desfrutar das férias seguintes o máximo de tempo possível.

Fonte: universia.pt

Deixe um comentário

Faz login através destas redes sociais:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *